sexta-feira, 24 de julho de 2015

Cusco: terceiro dia

Bom, já que o primeiro dia (quando cheguei) eu so passeei nos arredores da Plaza de Armas e Plaza San Francisco


E troquei moeda, comprei água, coisas básicas: reconhecimento de território.
Dica: não compre artesanato barato e souvenirs na Plaza. Deixe para ir no Mercado San Pedro, ele fica depois de um arco que tem na Plaza San Francisco, fácil de achar... Dá pra ir a pé de boa, não tem ladeira! Ah, e neste mercado de San Pedro é como se fosse o Mercadão Municipal de São Paulo: tem de tudo mesmo! Preços bons, mas, PECHINCHE, pois, sempre irão cobrar caro porque você é estrangeiro.

Bom, ontem postei o passeio no Valle Sur e agora o passeio que é a cereja do bolo: Valle Sagrado. Vamos fazer ele o quanto antes, porque anda muito e na quinta-feira iremos pra Machu Picchu, portanto, nada muito pesado de caminhada na quarta-feira. Então deixamos pra terça-feira o Valle Sagrado dos Incas.
Gente, é magnifico este passeio, pagamos 30 nuevos soles por pessoa. Contratamos este passeio na agência Qorianka que relatei ter comprado o passeio para Machu Picchu. Fomos lá pegar os tickets e o Max nos vendeu o Valle Sagrado (ficamos com muito medo de ter paralisação na quarta-feira por conta do combustível, Cusco está que nem o Brasil, cheio de protestos). Por isso não nos venderam passeio para quarta-feira e ficamos de ver no dia na Plaza de Armas (de onde saem todos os passeios de todas as agências, vai todo mundo no mesmo bus ou em outro logo atrás idêntico).
Indescritível este passeio, postarei poucas fotos para não estragar a sua descoberta dos locais, ok!?!
Dica: muita gente faz este passeio e fica na estação de Ollantaytambo para pegar o trem pra Águas Calientes (dorme lá no pé do Machu Picchu) e subir o Machu Picchu. É uma opção que você pode considerar com a agência e que não a fiz por desconhecimento prévio. Ficará para a próxima, com certeza!
VAlle Sagrado me esperando lá ao fundo! :D

quinta-feira, 23 de julho de 2015

Passeios em Cusco e Itinerário

Como chegamos na hora do almoço, obviamente fomos atrás de comida leve, pois, jejum e soroche não combinam!
Tomamos uma sopa de quinoa deliciosa! Aliás, sopas são o que há no frio de Cusco.
Nem precisa falar que anda-se em slow motion devido a falta de ar, que mesmo que não tem soroche sente. Daí fomos na casa de câmbio que disse no post anterior. Tudo colado no hostel, graças a Deus!
Contratamos um passeio leve para o dia seguinte: Valle Sur, no qual pagamos 25 nuevos soles. Contratamos no hostel mesmo, onde tinha uma agência.
A noite tomamos sopa novamente e tentei andar mais rápido para acompanhar a minha colega de viagem. Como resultado, senti dor de cabeça e mal estar! Deitei sem esperar a digestão da sopa e isso me custou muito soroche, tive que tomar chá de coca e acabei vomitando tudo. Daí tomei uma soroji pills e melhorei! Portanto, nada de andar rápido e nem deitar depois de jantar, espere a digestão (ou seja umas 2 a 3 horas). O chá de coca ajuda na digestão, mas, tira o sono.... então.....

O Valle Sur 

Passeio mais leve, não é muito conhecido e nem o mais badalado, mas, eu amei ouvir as histórias do guia e conhecer o local. 
Dica: banheiros só em alguns lugares, sujos e sem papel higiênico e em alguns locais paga-se 1 nuevo sol para usá-lo. Logo, carregue seu PH!
Outra dica: beba muita água que evita soroche e desidratação! Além diso barrinhas de cereais energéticas, pois, você vai andar bastante!


Não esqueça que Cusco é frio/quente! Na sombra um frio terrível e um vento gelado e seco sempre e o sol queima (e você não sente porque é frio!). Use MUITO FILTRO SOLAR, chapéu ou boné e um bom HIDRATANTE (inclusive para lábios)!




Por estas imagens podes ter uma idéia de que o melhor amigo meu foi minha boot de trekking e fiquei com muita pena de quem usou outra coisa no pé. Outro grande amigo foi minha jaqueta impermeável corta-vento. Não peguei chuva, mas, na véspera estava dando umas pancadas de chuva e obviamente, não se anda de sombrinha e guarda-chuva por aí, né!?!
Na volta conhecemos uma igrejinha (pagava para entrar e não podia tirar fotos) e um museu aonde deram pisco sour pra degustar (não quis provar porque não bebo nada alcoólico, ainda mais com soroche)!



Ah, sim, e como em todo lugar, tinha uma feira de artesanato com tudo meio carinho onde não comprei nada. 
Vale lembrar que se você não carregar sua própria água vai ter que comprar nestes lugares e ficará pobre, pois, 1 garrafinha de 500ml é 3 a 5 nuevos soles. No Supermeracado Orion paguei 2,10 soles por 2 litros.

terça-feira, 21 de julho de 2015

Chegando em Cusco

Chegando em Cusco a gente sente mais cedo ou mais tarde o ar "pesado" devido a altitude, ou seja, o famoso soroche (mal da altitude).
Logo, já vou dar as dicas básicas: hidrate-se muito durante o vôo e durante a estadia na cidade de Cusco (como é frio, você pode não sentir sede, pois, faça um esforço e beba uns 2,5 a 3 Litros de água mineral por dia), ande deagar e respire puxando o ar pelo nariz e soltando pela boca beeemmmm devagarinho, durma bem (tire um cochilo quando chegar de umas 3h ou mais se sentir que está cansado, se fizer esforço no primeiro dia irá ficar mal TODOS OS DIAS!), não coma nada muito gorduroso (como frituras, por exemplo), não jejue (mesmo que não sinta fome, coma uma sopa, por exemplo), eu não bebo nada alcoólico, mas, dizem que a ressaca é terrível e você fica bebado mais rápido que nos outros lugares.
Você também pode usar o chá de coca (ou mascar as folhas) para dar um UP e diminuir o soroche. Elas são digestivas e ajudam a dar coragem pra subir os morros por lá. 
Existe um remédio chamado Soroji Pills, vendido em qualquer famácia por uns 19 nuevos soles uma cartela com 10 cápsulas. Toma-se de 8 em 8 horas e ajudou-me muito a aliviar a dor de cabeça do soroche.
Uma dica mega importante: em lugares muito altos a digestão fica lenta demais, portanto jante algo leve umas 3h antes de deitar-se.

Hidratação e comida

Aliás, falando em hidratar-se, cuidado com a água que ingerir lá. Só tem uma marca de água que é mineral, o resto é filtrada apenas. A única mineral é a San Mateo que aliás comprei na rede de supermercados Órion, porque comprar água em Hostel e em restaurante pode te deixar muito pobre! Tinha um supermercado Órion colado no Hostel onde fiquei, uns 100 metros. Comprei o chocolate puro inca, milhos fritos deliciosos de mil cores e sabores, balas de coca e de maca peruana e outras coisinhas de comer neste supermercado que salvou meus gastos com coisinhas típicas de comer para trazer.
A água de lá tem uma composição que pode te ocasionar diarréia, o próprio guia avisou-me confirmando o que eu já presumia.... Logo, compre água mineral e evite ficar no troninho o dia todo!
Li vários blogs e segui a dica de não comer nada cru por lá e evitar o queijo (feito em condições de higiene duvidosas) vendido em vários produtos na rua. Não tive nenhuma zica com comida e provei várias coisas gostosas.
A comida é barata e fiz de um lugar o meu local favorito: Green Point. Comida vegana, super deliciosa (meus amigos carnívoros amaram), barata (10 soles pra comer a vontade no almoço! Morri gorda!), super bem localizado (na plaza San Francisco) e a dona é uma brasileira super 10, a Dani, casada com um peruano. Olha alguns dos pratinhos que comi abaixo.... Lá eu comi saladas cruas porque era tudo limpo e orgânico! hummmmm Delícia!



Taxi

Não existe taxímetro em Cusco. Quanto o taxi oficial que sai de dentro do aeroporto te cobra: 30 nuevos soles para te deixar no centro, perto da Plaza de Armas. Quanto o taxi chamado pelo hostel para te levar ao aeroporto te cobra: 10 soles pelo mesmo percurso.
Em Cusco eu só usei estes 2 taxis porque estrategicamente fiquei num hostel sem ladeiras e perto de tudo. Quem pega muito taxi tem que ficar negociando antes de entrar no carro e chorando preço! Resolvi me poupar deste pesadelo ficando num hostel muito bom e por um preço bacana!

Hospedagem: Milhouse Hostel

Fiz reserva pelo Booking.com. O preço foi bom! O quarto era perfeito: cama confortável, quarto quente, água quente na pia e no chuveiro 24h (chuveiro com jato quente e frio separado!) e isso faz A DIFERENÇA! Também muito silencioso (não ouvi nenhuma festa do hostel, mas, pedi um quarto no primeiro pátio, que fica longe do salão) e muito seguro (tem um segurança na entrada e você usa pulseira de identificação. Tem gente na gerência 24h e sempre te atendem super bem! Na recepção tem chá de coca 24h para tomar! O café da manhã é bem gostoso e o lugar bem frequentado!
A localização deste hostel é perfeita: não tem ladeira alguma para ir pra Plaza de armas, para Plaza San Francisco e para avenida el sol. Tem supermercado e casa de câmbio perto! Ah, tem wi fi!
Se precisar comer no Hostel tem lanches legais, inclusive fazem uma "marmitinha" para você levar nos passeios diurnos. Tudo por um precinho camarada: uns 15 nuevos soles mais ou menos!
Quer mais?
O hostel era um convento e por isso é lindo como pode-se ver um pouco na foto abaixo! Mas, é muito melhor ao vivo!

Tomadas e voltagem do Peru

220V em tudo, logo, programe-se! O modelo de tomada lá é o universal: 2 pinos achatados paralelos e um redondo no meio (fio terra). Leve adaptador para esse formato doido do Brasil (quem inventou isso!?!)!



Peru: embarque e detalhes da viagem para Cusco

Ansiedade a mil!

De 05 a 15/07/2015.... PERU! UHU

Antes de embarcar: vacina de febre amarela no minimo 10 dias antes (não pedem para entrar no Peru, mas, para voltar para o Brasil, pode dar zica se não tiver!) e com o Carteira internacional de vacinação. Que agora está mais burocrática: não é feita nos aeroportos e demora uma semana para ficar pronta na Região Metropolitana de Campinas. Tem que fazer cadastro no site do governo antes de ir solicitar a bendita:
http://www.anvisa.gov.br/viajante/

Embarque dia 05 de julho às 3:50 da matina saindo de Guarulhos. Chegada em Lima às 7:15. Pegar malas para passar na alfândega e embarcar de novo às 9:55 para Cusco. Duração do vôo: 5:25h até Lima + 1:30 até Cusco. Vale lembrar que o Peru são 2h a menos que aqui no Brasil! E nem todos os celulares e tablets mudam a hora automaticamente. 
Aliás, falando em CELULAR, já coloca ele em modo AVIAO com só o WI FI habilitado se não quiser ficar pobre de roamming (que vai comer todos os seus créditos ou subir a sua conta de celular nas alturas!)! Outra dica importante: não compre o trecho LIMA - CUSCO muito próximo! Tinha um casal que ia emabarcar às 8:30 e quase perderam o vôo! A gente nunca sabe o tamanho da fila da alfândega e para despachar bagagem, né!?!

Momento depressão do dia: nenhuma das tomadas acopladas nas cadeiras de espera do aeroporto de Guarulhos funcionava! Testei 23 em diferentes locais! Fui salva por uma gentil aeromoça da Lan que me falou que só as tomadas de parede funcionavam! Tipo: pregue a bunda no chão frio para poder carregar seu celular ou sente na cadeira e fique sem celular carregado! A internet Wi Fi é uma droga e não conectava em nenhum mobile meu e nem de outras pessoas! Ah, sim, e agora em Guarulhos tem uns "ambulantes" vendendo balinhas e chicletes e pedindo grana. Pra piorar não vi nenhum segurança perto e fui abordada várias vezes por "ambulantes" estranhamente mal encarados no celular e bolsa..... Que tenso! Fica esperto quem for embarcar em Guarulhos, está muito inseguro aquilo lá!

Momento tristeza do dia: ver muiiiiitas pessoas tendo seus produtos caros de beleza jogados no lixo na hora de passar no raio X do embarque! Como assim a pessoa leva líquidos e aerossol na bagagem de mão?!?
Momento esperteza do dia: levar garrafinha de água vazia (pra passar no raio X) e encher ela no bebedouro do outro lado (garrafinha de água em aeroporto é em dólar praticamente!). Sou pobre e não darei dinheiro ao aeroporto!

Momento elogio do dia: o atendimento da LAN tanto em terra como no ar na ida e na volta!
Aliás, pessoas, quando cheguei no Peru e vi que tinha gente que foi por outras companhias aéreas mais baratas e simplesmente teve a mala destruída ou extraviada! O lanchinho foi bom e veio nesta caixinha!




CUSTOS e CÂMBIO: Planejando a viagem no final de Maio para início de Julho

Que comece a aventura!
Dólar alto! Pouco tempo....
Comprei passagem aérea na LAN pelo site e-destinos, pois nosso plano era fazer Stop Over em Lima na volta e este site dá pra fazer isso!
Pagamos R$1854,13 incluindo a taxa da e-destinos: Brasil - Cusco (faz paradinha em Lima para trocar de avião e passar na alfândega), Cusco-Lima e Lima-Brasil (Guarulhos).

Hospedagem em Cusco com 5 diárias em quarto para 2 pessoas com banheiro, inclui café da manhã. A reserva via Booking.com: Milhouse Hostel (SUPER RECOMENDO!) em dólares 232,75 (paguei entrada de 1 diária no ato da reserva e o resto paguei ao vivo em nuevos soles no Milhouse com uma taxa de 1 dólar = 2,99 nuevos soles.

Passeio para Machu Picchu contratado aqui do Brasil porque comprar passagem de trem em alta temporada lá no Peru pode não rolar vaga, já que o trem vai lotado às vezes.Contratamos a Qorianka Tours por indicação. A dona da agência, Mariela, nos deu um desconto de 10 dólares por pessoa, o passeio saiu por 250 dólares por pessoa (pagamos metade aqui do Brasil via deposito Wester Union e metade ao vivo na agência). Saída às 4h do Hostel para pegar trem Inca Rail e volta no trem das 19h em Aguas Calientes. Estava incluso: transporte de Cusco até estação de trem em Ollantaytambo (ida e volta), passagem de trem (ida e volta) e ônibus da estação em Águas Calientes até Machu Picchu (ida e volta).

Além disso bateu a dúvida entre levar dólares ou reais ou fazer saques lá.
O que eu fiz?
Esperei um pouco ver se o dólar melhorava a cotação... (olha minha cara de desconsolo vendo o bendito só subir....)

Bem.... Comprei alguns dólares pela Daycoval, eles fizeram um preço cobrindo o valor da concorrência, entregaram em casa e podia pagar via boleto. Vamos combinar que carregar dinheiro em espécie é um risco, né!?! Cotação que peguei R$3,28 (valor efetivo total incluindo IOF, claro!). Lá no Peru, em Cusco, troquei o dólar por 3,17 nuevos soles e o real por 0,94 nuevos soles! Ou seja, a gente sempre perde um pouco, né!?!

Não recomendo que você dependa totalmente do cartão do banco para fazer saques ou mesmo usar a função crédito, pois, eu avisei na agência da viagem e mesmo o cartão estando desbloqueado para compras internacionais, ele foi bloqueado no Peru (e isso é bem comum pelo que percebi dada a quantidade de fraudes e clonagem que se tem lá!). Logo, se dependesse só do cartão passaria fome e ficaria que nem a caveira da foto, só nas folhinhas de coca e sem comida! Vale lembrar que o cartão cobra IOF, taxa de saque do seu Banco (o Banco do Brasil é R$20 por saque) e os caixas eletrônicos peruanos cobram uns 12-14 nuevos soles por saque, ou seja, sai muito caro mesmo!

Fique atento ao câmbio:
No aeroporto trocar dólar por soles = 2,99
No Hostel= 2,99 também
Nas casas de câmbio da avenida el sol (na última quadra quase chegando na plaza de armas, a esquerda de quem sobe para a plaza): varia entre 3,14 a 3,17. Este lugar sempre com melhor cotação é um das 4 últimas casas de câmbio (que na verdade é um lugar que vende coisas para fotografia como pau de selfie e cartão de memória) eles carimbam as notas antes de te entregar e se compromotem a te ressarcir se tiver qualquer problema com aquelas notas. Isso é MEGA IMPORTANTE! No Peru tem muita nota falsa e é comum as pessoas serem passadas para trás. Por isso NUNCA TROQUE DINHEIRO NA RUA e prefira um lugar confiável, nesta casa de câmbio troquei todos os dias dólares e reais e não tive problemas, são 2 irmãos que se revezam no câmbio e eles sempre carimbam as notas e tem a melhor cotação.


Aventura de Julho: Peru!

Resolvi passar 10 dias no Peru com uma colega de trabalho que me convidou meio que de brincadeira no final de Maio: 
- Que tal irmos conhecer Machu Picchu?
Nunca me convide de brincadeira para viajar, pois, eu TOPO!
Então, comprar passagem e programar tudo foi uma aventura, já que resolvemos fazer tudo por nós mesmas para economizar grana e não ficar escrava de horários de agências. Obviamente tive uma super assessoria de amigos queridos que já conheciam Cusco e Machu Picchu, então.... Vamos lá!



sexta-feira, 3 de julho de 2015